Volkswagen T-Cross brasileiro chega à Bolívia


SUV fabricado no Paraná já acumula 26 milénio unidades exportadas para 19 países da América Latina
 
A Volkswagen começou a exportar o T-Cross produzido em São José dos Pinhais (PR) para a Bolívia. O país vizinho é o 19ª a receber o SUV pátrio, que é vendido na Argentina, México, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Paraguai, Uruguai, Curaçao, Rep. Dominicana, St Maarten, Costa Rica, Guatemala, El Salvador, Honduras, Panamá, Aruba e Bahamas.
Lançado em 2019, o T-Cross brasílio contabiliza mais de 26 milénio unidades exportadas. O T-Cross chega à Bolívia nos acabamentos Trendline e Highline. A marca não divulgou preços e nem a feitio mecânica do padrão, que deverá seguir o padrão do T-Cross prateado, vendido somente com motor 1.6 MSI 16V a gasolina de 110 cv e opções de câmbio manual de cinco marchas e automático de seis.
De concórdia com dados da Volkswagen, o segmento de SUVs representa 41% do mercado boliviano. Na região da América Latina, a categoria representa atualmente 16% da indústria automobilística, com projeção para inferir 37% em cinco anos.
Uma vez que nos demais modelos da gama, as venda do T-Cross na Bolívia serão feitas pelo importador Grupo Hansa, parceiro da Volkswagen há 67 anos.
Foto: Registo




Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 9 =