Volkswagen Passat deixa de ser vendido no Brasil


Sedã grande era oferecido em versão única, Highline 2.0, por R$ 168.690
 
O Volkswagen Passat deixou de ser vendido no Brasil. Com o termo dos estoques da risca 2019 do sedã grande nas concessionárias, o padrão não consta mais no site da marca.
Comercializado em versão única, Highline, o sedã era tabelado a R$ 168.690 e trazia motor 2.0 TSI de 220 cv de potência e 35,7 kgfm de torque. O câmbio era automatizado de dupla embreagem (DSG) e seis marchas. A lista de itens de série era composta por quadro de instrumentos do dedo, rodas de 19 polegadas, controle de cruzeiro adaptativo, meão multimídia de 9 polegadas com controle por gestos e ar-condicionado do dedo de três zonas.
O Passat vendido no Brasil não havia recebido a reestilização aplicada ao padrão europeu em fevereiro de 2019, que acrescentou novo traçado frontal, faróis Matrix LED e mais itens de assistência à meio.
Fotos: Registo





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =