presidente sai e retirada da Europa começa em setembro



Mitsubishi Outlander 2019A Mitsubishi se apresenta num momento quebrável no Japão e na Europa. No primeiro, o presidente da montadora renunciou ao missão num período ruim para a marca nipônica. Noutro, o fornecimento de carros será comprometido.Osamu Masuka, presidente da Mitsubishi, empresa na qual estava desde 1972, informou a repúdio do missão de CEO da empresa, alegando problemas de saúde. O retiro se dá num momento de crise na montadora.Considerado um varão leal à marca, Masuka foi substituído por Takeo Kato. Desde 2014 porquê presidente da montadora, o executivo se despede para dar lugar a alguém que conhece muito a região onde a Mitsubishi focará suas vendas, o Sudeste Asiático.Ao mesmo tempo que a direção da montadora muda, o provisão de carros para a Europa também. De congraçamento com o site Automotive News, fontes da empresa revelaram que o embarque de automóveis findará em setembro.Essa semana, ventilou-se que haveria o cancelamento de novos lançamentos da Mitsubishi para a Europa, mas a empresa teria reservado a manutenção dos carros para o continente, porém, agora se fala que os modelos Outlander, ASX e Eclipse Cross finalizando em dezembro.Aliás, fala-se que os modelos Space Star (Colt) e L200 serão mantidos até o final de 2021. Ou seja, em outras palavras, a Mitsubishi está mesmo saindo da Europa, caso se confirme essas informações.Outlander, ASX e Eclipse Cross representam quase 2/3 das vendas da Mitsubishi na Europa. O termo deles no velho continente, praticamente acelera a saída da montadora da região, onde já chegou a produzir carros na NedCar da Holanda, que hoje faz carros da MINI.A Mitsubishi Europa também chegou a mesclar carros com a Volvo e fez outros acordos com Renault e outras, através das décadas. Oficialmente, a montadora anunciou que a prioridade fora do Japão é o Sudeste Asiático, com investimentos menores na América do Sul, Oriente Médio e África. Ou seja, o foco agora serão os emergentes.[Fonte: Auto News]  O que você achou desta notícia?



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − quatro =