Latin NCAP anuncia novos protocolos mais rígidos


Mudanças nos padrões de avaliação irão tornar mais difícil a obtenção de 5 estrelas
O Latin NCAP, instituição que avalia a segurança de veículos comercializados na América Latina e Caribe, anunciou novos protocolos de avaliação que serão utilizados nos testes a partir de meados de dezembro, quando será divulgada a última bateria de ensaios no ano.De conformidade com a entidade, as fabricantes de automóveis já conheciam as regras do novo padrão desde o início de 2017. Entre as novidades, estão a mudança da atual avaliação de estrelas em duas categorias (adultos e crianças) para uma única classificação universal de 0 a 5 estrelas.
O índice de proteção a adultos e crianças passará a ser feito separadamente, com ranking por pontos e porcentagem. Também serão listados desta forma os índices de segurança para “pedestres e usuários vulneráveis das estradas” e “assistência à segurança”. Ao todo, a pontuação obtida em cada um destes 4 pontos irá influenciar na quantidade de estrelas na classificação universal.Os testes seguirão com os ensaios de impacto frontal e lateral, que são realizados em laboratórios na Europa. Quando o veículo estimado tiver airbag lateral de cabeça, será mantido ainda o teste de impacto lateral com poste. O Latin NCAP também passará também a realizar o teste de chicote cervical (divulgado com Wiplash em outros mercados), que avalia a resistência do banco e encosto de cabeça do motorista em impactos traseiros.O instituto também realizará testes de campo de frenagem autônoma de emergência a baixas e altas velocidades nos modelos que contarem com oriente recurso. Para prometer classificação universal de 5 estrelas, o padrão estimado deverá apinhar ao menos 75% na pontuação de proteção a adultos, 80% na proteção para crianças, 50% de proteção para pedestres e 75% em tecnologias de assistência à segurança.Fotos: Divulgação





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − um =