Juntos, VW Gol e Polo batem dupla Chevrolet Onix e Joy e ajudam a manter a Volkswagen na liderança


Chevrolet Onix Premier (Divulgação)
O novo Chevrolet Onix é tão superior ao anterior (aquele que roubou a longa liderança de vendas do VW Gol) que poderia até ter outro nome. Na verdade, ele tem outro nome, porque, para enobrecer as duas últimas gerações, a marca rebatizou o Onix da geração anterior uma vez que Joy (fotos aquém), e “transferiu” o nome Onix para o novo padrão.

Mas o idoso Chevrolet, agora chamado comercialmente de Joy, continua sendo chamado nos rankings de vendas da Fenabrave de Onix. Assim, os números são sempre somados, ninguém sabe muito qual vende quanto, e a marca mantém faz tempo o nome “Onix” no topo do ranking de emplacamentos — embora se tratem de dois modelos muito diferentes (ele só saiu da posição em julho, por  razão de uma situação muito específica).

O curioso é que, uma vez que sabemos, e MOTOR SHOW revelou com exclusividade antes de todo mundo, a Volks viveu um dilema sobre esse mesmo objecto “nome” com o seu Gol. A novidade geração dele, que foi o sege mais vendido do Brasil por mais de duas décadas, seria a versão rebatizada do Polo europeu (era chamada internamente de “Polo G”).

Assim uma vez que no caso do Chevrolet, se o Polo virasse o VW Gol de novidade geração, ficaria tão superior ao padrão anterior, e tão melhor (e mais dispendioso), que seria inviável reformar o anterior (uma vez que aconteceu com o Onix ao superar a “barreira” dos 4 m de comprimento).
+VW Nivus pode fazer marca superar Chevrolet e virar líder+SUV-cupê? Conheça a verdadeira “origem” do VW Nivus e outros modelos+Avaliação: vale a pena remunerar quase R$ 80.000 na Fiat Strada Volcano?+Comparativo: Volkswagen T-Cross x Chevrolet Tracker
Assim, a marca decidiu lançar o padrão cá uma vez que Polo mesmo (essa foi a grande notícia que demos, quando todos falavam em novo Gol. Pena, pois, uma vez que já avaliei cá bo blog, se tivesse sido lançado uma vez que Gol, seria um Gol perfeito (ou quase); leia cá).
E tivesse o novo VW Polo sido lançado cá uma vez que novo VW Gol, uma vez que inicialmente planejado, a marca poderia adotar estratégia similar à do Chevrolet Onix — uma vez que, por exemplo, rebatizar o Gol anterior uma vez que Gol “Classic”, ou assim. Teria, assim, dois carros diferentes chamados de VW Gol, uma vez que há dois Chevrolet Onix.
Isso não teria guardado manter o VW Gol na liderança, pois a marca alemã, mesmo com leste “novo VW Gol”, teria perdido o primeiro lugar para o Chevrolet Onix — por manifesto tempo, nem mesmo somadas as vendas dos três compactos e o subcompacto da rival — VW Gol, Polo, Fox e Up — superavam as do Onix (leia cá).

VW Gol, o velho guerreiro

A viradela
Entretanto, no mês pretérito, com o prolongamento da participação do VW Gol no mercado, e uma redução na do Chevrolet Onix, o Fox nem precisaria estar em risco (ainda muito que está, pois ainda é bom negócio; leia). Pela primeira vez, somando os emplacamentos do que teriam sido os “dois Gols” — o velho “Golzinho” e o novo “Golzão”/Polo — a Volks teria restaurado a liderança do ranking de vendas por veículo. Confira os números:

VENDAS EM AGOSTO

Polo
3.427

Gol
7.912

Polo+Gol
11.339

Onix+Joy
10.609

Assim, a Volkswagen não teria exclusivamente a liderança de vendas por marca, que enfim reconquistou, ainda no mês pretérito, não só graças a boas novidades uma vez que o SUV T-Cross (leia avaliação) e o SUV-cupê Nivus (leia avaliação), que somaram 8.604 emplacamentos no mês de agosto, mas também pelas vendas desta dupla Polo e Gol, que somaram ainda mais que isso. Teria também o sege mais vendido.
VENDAS EM AGOSTO:

O que importa
E isso importa? De qualquer forma, o que mais vale agora, com ou sem o nome “Gol” no topo da lista (ele ficou em terceiro, e o Polo, em 13º), é que o hatch idoso ainda tem um resultado surpreendente no mercado e que, com a importante ajuda deles — que corresponderam a um terço das vendas da marca em agosto — a Volks manteve sua recém-conquistada liderança de vendas totais.
E, uma vez que vimos, no segmento de compactos, com o velho VW Gol e o moderno Polo somados, a Volkswagen agora também vende mais que qualquer outra marca (sejam as somas de Chevrolet Onix e Joy, de Fiat Argo e Uno — o Mobi é subcompacto — ou qualquer outra). Isso sem falar que agora a Volks tem o SUV mais vendido do mercado, o T-Cross. Ou seja, mais lucro no caixa, acionistas e matriz mais felizes (dentro do verosímil, em um mercado em crise). Não é isso o que mais importa?
+VW Nivus pode fazer marca superar Chevrolet e virar líder+SUV-cupê? Conheça a verdadeira “origem” do VW Nivus e outros modelos+Avaliação: vale a pena remunerar quase R$ 80.000 na Fiat Strada Volcano?+Comparativo: Volkswagen T-Cross x Chevrolet Tracker

 
Veja também
+ A livraria básica do motociclista cool+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas+ Varão compra Lamborghini em seguida fraude em auxílio emergencial+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + três =