Hyundai vai investigar resultados do HB20 no Latin NCAP


Operário diz não ter realizado nenhuma mudança nas especificações do hatch que justifique piora no crash test
 
Em seguida o rebaixamento da nota do HB20 em teste de auditoria do Latin NCAP, a Hyundai Motor Brasil comunicou que irá investigar os resultados dos testes. De harmonia com a operário, não houve nenhuma mudança no processo de produção ou na especificação do hatch que possa justificar a variação entre os dois crash tests realizados.
“A Hyundai está investigando profundamente os testes do Latin NCAP a término de entender a desculpa real para resultados tão diferentes entre o recente teste de auditoria e o teste original de setembro de 2019. Nenhuma desfecho pode ser elaborada antes dessa investigação completa”, afirma a empresa, em nota.

O rebaixamento da nota para proteção a adultos do HB20, que passou de 4 estrelas para 1 estrela, foi causado pela menor proteção para o tórax do ocupante adulto no teste de auditoria (em relação ao teste original, de 2019). De harmonia com o Latin NCAP, isso fez com que fossem ultrapassados os limites biomecânicos máximos permitidos para o corpo no teste de impacto lateral.
Segundo o expedido da Hyundai, “caso haja qualquer possibilidade de melhorar a segurança do HB20, isso sempre será levado em consideração”. Ambos HB20 testados traziam somente os 2 airbags frontais, obrigatórios por lei no Brasil desde 2014. Na traço 2021 do compacto, a Hyundai estendeu a oferta de airbags laterais de tórax em pacote opcional desde a verão básica (Sense 1.0). Nas topo de traço, Diamond e Diamond Plus, as bolsas laterais vêm de série.
Fotos: Divulgação





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + quinze =