FCA alcança 500 mil motores Firefly produzidos no Brasil


Com versão turbo esperada para 2021, motores 1.0 e 1.3 atualmente equipam os modelos Strada, Argo, Cronos e Uno
 
A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) alcançou a marca de 500 milénio motores 1.0 e 1.3 Firefly produzidos no Brasil, no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG). As unidades aspiradas equipam atualmente os modelos Strada, Argo, Cronos e Uno. A fábrica está em processo de ampliação para o início da produção das versões turbo dos dois motores, previstas para lançamento em 2021. Além dos compactos da Fiat (com exceção do Uno), os Firefly Turbo serão aplicados aos modelos produzidos em Goiana (Fiat Toro, Jeep Renegade e Jeep Compass).
Além do mercado interno, a fábrica de motores mineira abastece a Europa, com emprego nos modelos Fiat Panda, 500 e Lancia Y em países porquê Polônia e Itália. De entendimento com a FCA, mais de 50% da produção é exportada. Com murado de 800 funcionários, a produção diária chega a 1,3 milénio motores, divididos entre o Firefly 1.0, de três cilindros, e o Firefly 1.3, de quatro cilindros, ambos com conjunto em alumínio.
“Com o início da produção dos [motores] turbos em 2021, seremos o maior hub de powertrain da América Latina. Nenhuma fábrica produzirá tantos motores e transmissões, na América Latina, porquê Betim”, afirma o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa. Além do Firefly, são produzidos em Betim o motor Fire e as transmissões C-513 e C-510.
Foto: Divulgação





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + dezoito =