Avaliação: Mercedes-Benz GLC 300 4Matic Coupé tem estilo ame-o ou deixe-o


Fotos: Divulgação
O estilo SUV-Cupê foi inaugurado pelo SsangYong Actyon, em 2005, que abriu os olhos dos fabricantes para um novo segmento, a exemplo dos BMW X2, X4 e X6, dos Audi Q3 Sportback e Q8, do Onça I-Pace, do Ringir Rover Evoque, do Lamborghini Urus, do Porsche Cayenne Coupé, além dos Mercedes-Benz GLE e GLC, por exemplo.
Com um escorço ame-o ou deixe-o, o Mercedes-Benz GLC ganhou uma mexida pontual no ano pretérito. As mudanças trouxeram faróis Full-LED exibindo novidade assinatura luminosa, grade do radiador redesenhada e para-choque frontal com entradas de ar maiores.

Requinte a bordo
A cabine prima pela vantagem dos acabamentos e a posição de guiar, porém, os passageiros de subida estatura acomodados no banco traseiro raspam a cabeça no teto devido ao caimento da pilastra C. Entretanto, os 2,873 m de entre-eixos garantem comodidade para as pernas/joelhos. O porta-malas de 500 litros possui a tampa motorizada – no GLC SUV, o divisão é de 550 litros.
Os comandos estão muito posicionados à mão e o quadro de instrumentos totalmente do dedo de 12,3” oferece os modos de visualização Clássico, Esportivo e Progressivo. Já o multimídia de 10,25” tem conectividade Android Auto/Apple CarPlay e perceptibilidade sintético MBUX (Mercedes-Benz User Experience).
Basta falar “Oi, Mercedes” para o sistema realizar funções, porquê mudar a temperatura do ar-condicionado ou mudar uma estação de rádio, por exemplo.

Outros mimos estão no carregador de smartphone por indução, no áudio da Burmester, na pilastra de direção regulável eletricamente em fundura/profundidade, no pacote de luzes internas, nos sensores de estacionamento frontal/traseiro e na câmera de 360º.
+ Veja o Mercedes ultratecnológico que lê mentes e virá ao Brasil+ Toyota Corolla Cross e mais 40 SUVs que chegam no próximo ano+ Peugeot 3008 tem novo visual; será que vem para o Brasil?+ Qual foi o primeiro Land Rover?
Dirigibilidade
Sob o capô, o Mercedes-Benz GLC 300 4Matic Coupé esconde um motor 2.0 turbo a gasolina de 258 cv de potência e saudáveis 37,7 kgfm de torque. Frente ao predecessor GLC 250 Sport, os números aumentaram, pois eram 211 cv e 35,7 kgfm.
Fotos: Divulgação
Essa injeção de ânimo o deixou mais esperto transmitindo vigor nas acelerações/retomadas. Um fôlego auxiliado pela caixa automática de nove marchas (9G-Tronic), que ganhou uma recalibração e merece aplausos pela forma de trabalho.
Viajando em nona marcha ao pressionar o pedal do acelerador ela pula para a quinta ou até para a quarta marcha, dependendo da situação. E segundo a Mercedes-Benz, o 0 a 100 km/h é realizado em 6,3 segundos com velocidade máxima de 240 km/h (limitada eletronicamente). A tração é integral.
Estão presentes os modos de transporte Repercussão, Comfort, Sport, Sport+ e Individual, capazes de mudar alguns parâmetros, porquê respostas do motor e do câmbio, peso da direção e a atuação do controle de firmeza.
Guiando no programa Repercussão em velocidade ordenado e ao tirar o pé do acelerador é acionada a função “Sailing” para aproveitar a inércia e contribuir no menor gasto de gasolina.
Só para reportar, o GLC SUV emprega uma inédita unidade 2.0 turbodiesel de 194 cv e 40,8 kgfm para ir da imobilidade aos 100 km/h em 7,9 segundos e atingir 215 km/h de máxima. Ele está à venda nas versões GLC 220d Off-Road (R$ 368.900) e GLC 220d Enduro (R$ 412.990). Ou seja, o GLC 300 4Matic Coupé é mais custoso (R$ 452.900).
O Mercedes-Benz GLC 220d 4Matic é o “irmão” do GLC 300 4Matic Coupé (Foto: Divulgação)
Já quem preferir emoção ao volante pode escolher pelos Mercedes-AMG GLC 43 4Matic (R$ 522.900), Mercedes-AMG GLC 43 4Matic Coupé (R$ 552.900), Mercedes-AMG GLC 63 4Matic+ (R$ 687.900) e Mercedes-AMG GLC 63 S 4Matic Coupé (R$ 750.900).
Nascente último, um torpedo com motor V8 4.0 biturbo de 510 cv de potência e brutais 71,4 kgfm de torque movendo os seus 1.935 kg de 0 a 100 km/h em impressionantes 3,8 segundos.
Voltando ao GLC 300, as suspensões do SUV-Cupê aguentam o tranco do nosso asfalto e não sacrificam o conforto dos ocupantes ao passar por ruas esburacadas. Só é preciso atenção para não machucar as belas rodas de 20” vestidas por pneus de medidas 255/45 na frente e 285/40 detrás.
Em segurança, esse Mercedes-Benz incorpora unicamente o monitor de pontos cegos, o Active Lane Assist, que evita saídas involuntárias de faixas e o controlador de velocidade adaptativo. Mesmo assim, ele seduz pela dirigibilidade, o conforto, o silêncio interno e ainda transmite o status da marca da estrelinha de três pontas.

FICHA TÉCNICA
Mercedes-Benz GLC 300 4Matic CoupéPreço obrigatório R$ 452.900Carruagem medido R$ 452.900
Motor: quatro cilindros em traço 2.0, 16V, duplo comando variável, turbo, injeção diretaCilindrada: 1991 cm3Combustível: gasolinaPotência: 258 cv a 5.800 rpmTorque: 37,7 kgfm a 1.800 rpmCâmbio: automático, nove marchasDireção: elétricaSuspensões: Braços sobrepostos (d) e multibraços (t)Freios: disco ventilado/perfurado (d) e ventilado (t)Tração: integralDimensões: 4,731 m (c), 1,890 m (l), 1,600 m (a)Entre-eixos: 2,873 mPneus: 255/45 R20 (d) e 285/40 R20 (t)Porta-malas: 500 litrosTanque: 66 litrosPeso: 1.825 kg0-100 km/h: 6s3Velocidade máxima: 240 km/h (limitada eletronicamente)Consumo cidade: 8,3 km/lConsumo estrada: 10,1 km/lEmissão de CO2: 150 g/kmNota do Inmetro: DClassificação na categoria: B (Utilitário Esportivo Grande 4×4)
Veja também
+ A livraria básica do motociclista cool+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas+ Varão compra Lamborghini depois fraude em auxílio emergencial+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + um =