30 anos de China com edição de SUV médio a preço compacto



O Jetta chegou ao mercado chinês 1990 uma vez que o segundo carruagem da Volkswagen a ser produzido naquele país, ainda totalmente fechado ao capitalismo. O primeiro VW chinês foi o Santana, com o Audi 100 chegando qualquer tempo depois, ainda nos anos 80.Tendo vivido unicamente duas gerações, sendo a segunda e uma adaptação do projeto do New Santana, o Jetta acabou virando submarca e agregando mais dois produtos, além do próprio sedã compacto. Eles são os modelos VS5 e VS7. Mas, estão longe de um projeto popular.Ambos são SUVs de porte médio e baseados em produtos já existentes na Europa, uma vez que os espanhóis Seat Ateca e Tarraco. Com porte de Tiguan e Tiguan Allspace, eles compartilham a mesma base do VW.Mas, a proposta na China é de ser um carruagem popular e atuar nas faixas de ingressão do mercado chinês, ficando também aquém do portfólio da VW e isso significa preços módicos. VEJA TAMBÉM:Jetta 2020: preço, consumo, equipamentos, motor (e detalhes)Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnicaTiguan 2020: preço, consumo, motor, equipamentos (e versões)Agora, para festejar os 30 anos da chegada do Jetta à China, a marca lança uma edição peculiar dos modelos VS5 e VS7, que chegam ao mercado chinês com preços de 98.800 e 121.800 yuans.Numa conversão direta, esses valores representam unicamente R$ 75 milénio e R$ 92,5 milénio, respectivamente. Cá, usando a mesma motorização EA211 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, com o VS7 tendo sete lugares, eles custariam pelo menos o duplo.Asim uma vez que se espera para o Tarek, os Jetta VS5 e VS7 usam câmbio automático Tiptronic de seis marchas para reduzir o dispêndio de produção. Mas, isso não significa que ambos são desprovidos de equipamentos de conforto para custar menos, pelo contrário.VS5 e VS7 na edição peculiar vêm com teto solar panorâmico, monitoramento em 360 graus, ingressão e partida sem chave, rodas de liga ligeiro, ar condicionado automático, entre outros recursos.Não sendo elétricos ou híbridos, a dupla da Jetta ainda tem preços que fazem até os americanos ficarem com inveja, custando o equivalente a US$ 14,2 milénio e US$ 17,5 milénio, respectivamente.  O que você achou desta notícia?



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + dois =