VW Golf GTI vai a 300 cv na série Clubsport


Edição peculiar do esportivo traz ajuste específico para rodar no volta de Nürburgring Nordschleife
 
O Volkswagen Golf GTI de oitava geração traz a reedição da série peculiar Clubsport, que estreou em 2016 para comemorar os 40 anos do padrão. O padrão 2021 renasce com 300 cv e modo de meio específico para o volta de Nürburgring Nordschleife, na Alemanha.
No GTI Clubsport, a Volkswagen preparou o motor com novo turbocompressor, intercooler maior e reprogramou a eletrônica para entregar 300 cv e 40,8 kgfm de torque – são zero menos que 55 cv e 3,1 kgfm a mais que o GTI “convencional”, revelado em fevereiro. O câmbio é o mesmo automatizado de dupla embreagem e sete marchas do GTI, mas com relações encurtadas.

Segundo a Volkswagen, o esportivo pode ir de 0 a 100 km/h em “menos de 6 segundos”. A velocidade máxima é limitada a 250 km/h. Os dados, de congraçamento com a empresa, são “extra-oficiais” pois o Clubsport apresentado ainda é um noção muito próximo da versão de produção.
O GTI Clubsport troca o bloqueio eletrônico do diferencial XDS do GTI por um sistema eletromecânico, que permite ajuste de congraçamento com os modos de meio. Por falar neles, há um ajuste específico para uso no volta de Nürburgring Nordschleife. O modo é uma referência ao recorde suplantado na pista com um GTI Clubsport S 2016, de 310 cv, com o tempo de 07:49:21 – melhor volta em um padrão de tração frente.

No visual extrínseco, o Clubsport traz para-choques exclusivos, com maiores entradas de ar em formato colmeia na frente. Há ainda novos spoilers, difusor traseiro e saídas de escapamento ovais. Do lado de dentro, bancos e volante são revestidos em epiderme perfurado.
Fotos: Divulgação




Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =