Novo Peugeot 208 estreia na Argentina; motor turbo chega em 2021


Em breve no Brasil, hatch terá pacotes de equipamentos e motores distintos por cá
 
A Peugeot lança oficialmente a novidade geração do 208 na Argentina. Fabricado em Palomar, o hatch estreia nas versões Like, Active, Allure e Feline, com opções de motores 1.2 e 1.6, ambos aspirados. Para o início de 2021, a marca promete importar da França a versão GT, com motor 1.2 turbo. No Brasil, a versão GT também virá da Europa, mas somente com propulsão 100% elétrica.
O protótipo prateado é feito na base modular CMP, uma vez que o 208 europeu. Para o mercado sul-americano, houve mudanças a término de diminuir custos (interno simplificado e cofre do motor ajustado para receber um quatro cilindros) e harmonizar a rodagem para o asfalto sítio (elevação da suspensão).

Nas dimensões externas, o 208 prateado possui 4.055 mm de comprimento, 1.738 mm de largura, 1.453 mm de profundidade e 2.538 mm de pausa entre eixos.
Um dos destaques é a oferta de um extenso pacote de recursos de transporte semiautônoma uma vez que item de série para a versão de topo. Os sistemas incluem frenagem autônoma com detecção de pedestres, leitor de placas, assistente ativo de manutenção de fita de rodagem (corrige o volante), alerta de folga para o motorista, farol supino automático e câmera traseira 180°. Não há controle de cruzeiro adaptativo, que controla a velocidade em relação ao carruagem avante.

Na cabine, o 208 fabricado na Argentina foi simplificado em relação ao original, com freio de estacionamento e alavanca de câmbio convencionais (ambos têm acionamento eletroeletrônico no europeu). Apesar disso, há o quadro de instrumentos do dedo i-Cockpit com efeito tridimensional e bancos que mesclam epiderme e revestimento de alcantara.

O 208 chega à Argentina com opções de motores 1.2 Puretech aspirado de 82 cv e 1.6 aspirado de 115 cv. Para o primeiro, o câmbio é sempre manual de cinco marchas. No mais potente, a caixa é automática de seis marchas. Em janeiro de 2021, a Peugeot Argentina importará da França a versão GT, com motor 1.2 Puretech turbo de 130 cv e câmbio AT6.
Preços partem do equivalente a R$ 88,7 milénio (na conversão direta pelo câmbio atual) e chegam a R$ 135,2 milénio. No Brasil, o hatch deverá ser posicionado na fita entre R$ 75 milénio e R$ 90 milénio nas versões a esbraseamento.

Fotos: Divulgação




Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − quatro =