Melhor que o PS5: Volvo usa tecnologia de games para desenvolver carros autônomos


Que PS5, que zero. Os engenheiros da Volvo já estão o chamando de “o melhor simulador de direção”, e não se tratam de gamers arrumando uma desculpa para se darem ao luxo de jogarem videogames ultrassofisticados. O inovador simulador de “veras mista” da empresa sueca é usado para novos avanços em segurança e tecnologia nos sistemas de direção autônoma (leia mais sobre eles cá).
A feição é de deixar qualquer gamer com inveja: assento traste, volante com feedback tátil e um fone de ouvido de veras virtual extremamente nítido. O simulador da Volvo leva esse noção dos games para o próximo nível, tornando difícil, inclusive, notabilizar a veras da simulação. E levante é exatamente o objetivo.
Usando tecnologia de ponta da plataforma de desenvolvimento 3D em tempo real Unity e de especialistas de veras virtual da Varjo, o conjunto de equipamentos simula porquê é guiar um carruagem de verdade em estradas de verdade. Combina gráficos 3D de subida definição extremamente realistas, um fone de ouvido de veras aumentada e um “Teslasuit” de corpo inteiro, que fornece feedback tátil do mundo virtual e, ao mesmo tempo, monitora as reações corporais do motorista.
+Avaliação: Chevrolet Onix Plus Midnight troca mimos por estilo+Vale a Pena: Honda WR-V 2021 ou Volkswagen Nivus?+Viagem de carruagem: seis roteiros para curtir o “novo normal”
Essa combinação de software e hardware permite que os engenheiros da Volvo Cars simulem infinitos cenários não em games de corrida, porquê no PS5, mas em simulações de trânsito real, em estradas reais, em um carruagem real — e tudo isso em totalidade segurança. Os engenheiros podem obter informações importantes sobre a interação entre as pessoas e o carruagem para o desenvolvimento de novos recursos de segurança, assistência ao motorista e direção autônoma.

Galeria: simulador da Volvo

É verosímil testar novos recursos de segurança ativa e de assistência ao motorista, futuras interfaces para o usuário em carros autônomos, modelos de carros futuros e muitos outros cenários que seu PS5 nem imagina. Ele pode ser usado em estradas de pista de teste reais ou no laboratório de testes, e cada cenário é totalmente personalizável.
Dirigindo com o headset
No ano pretérito, junto com Varjo, a Volvo Cars se tornou a primeira montadora a tornar verosímil guiar um carruagem real usando um headset de VR. Agora, essa colaboração foi expandida para incluir a Teslasuit, operário de trajes hápticos de corpo inteiro e Unity. De concordância com Casper Wickman, líder sênior de Experiência do Usuário na Open Innovation Redondel da Volvo, isso permite que a Volvo Cars estude reações humanas autênticas em um envolvente seguro e por uma fração do dispêndio de um teste real.

“Trabalhar junto com grandes empresas porquê Varjo, Unity e Teslasuit nos permitiu testar tantos cenários que parecem e parecem totalmente reais, sem ter que edificar zero fisicamente”, diz Casper Wickman. “Ele nos permite fazer um test drive em carros reais em cenários de tráfico que parecem reais, mas podem ser ajustados ao toque de um botão.”
Ao desenvolver sistemas de segurança para carros, porquê tecnologias para evitar colisões, os testes são cruciais. Mas testar esses sistemas na veras pode ser perigoso, demorado e custoso. As simulações de veras virtual e mista, no entanto, permitem testes perfeitamente seguros em ambientes autênticos, sem a premência de edificar nenhum protótipo físico ou configurar cenários complexos. Mas, se você acha o PS5 custoso, imagine quanto custa essa tecnologia utilizada pela Volvo…

Veja também
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida gratuito e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul do dedo em SP muda dia 16; veja porquê fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus “o besouro indestrutível”
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz

+ Eructar muito pode ser qualquer problema de saúde?
+ Tubarão é conquistado no MA com sobras de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Invenção oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =