5 carros que custam R$ 100 mil e você não sabia


Lista inclui desde protótipo recém-lançado que subiu de preço até carruagem com quase duas décadas de mercado
Até qualquer tempo detrás, a fita de R$ 100 milénio no mercado de carros zero-quilômetro continha opções de sedãs médios (porquê o Toyota Corolla) e SUVs médios (caso do Jeep Compass). Atualmente, porém, levante patamar é ocupado por versões de topo de hatches e sedãs compactos, além de acabamentos de ingresso de SUVs. Nesta lista, reunimos 5 exemplos de carros que custam R$ 100 milénio e pouca gente sabe. A relação inclui desde protótipo recém-lançado que subiu de preço até carruagem com quase duas décadas de mercado brasílio. Confira:1 – Honda HR-V LX: R$ 99.100
O Honda HR-V LX é a versão de ingresso do SUV compacto da Honda, tabelada a R$ 99.100 na única cor sem dispêndio disponível (branco Tafetá). Para tons metálicos, o preço totalidade vai a R$ 100.800. Derivado da plataforma do Fit, o HR-V foi lançado no Brasil em 2015 e reestilizado em 2018.
Apesar do preço, a lista de equipamentos de série do HR-V LX traz exclusivamente o substancial para a categoria: luzes de rodagem diurna em LED, sistema de som com tela colorida, câmera de ré e controle de cruzeiro. Em relação à segurança, traz controles de segurança e tração, assistente de saída em rampa, freios a disco nas quatro rodas e exclusivamente 2 airbags frontais (obrigatórios por lei). O motor é 1.8 flex de 139/140 cv de potência (E/G) e 17,4/17,3 kgfm (E/G), combinado ao câmbio automático CVT.2 –Volkswagen Virtus Highline: R$ 98.950
A versão mais equipada do Virtus com o motor 1.0 TSI, Highline, é tabelada a R$ 98.950 na única cor sem dispêndio suplementar (preto). Com tom metálico, o sedã alcança R$ 100.535. Sem opcionais, a forma traz de série bancos em pele, airbags laterais, mediano multimídia de 8”, quadro de instrumentos do dedo, rodas de 17”, ar-condicionado do dedo, chave presencial e sensor de chuva, entre outros. O motor 1.0 TSI produz 118/116 cv (E/G) e 20,4 kgfm de torque com qualquer um dos combustíveis e é sempre acoplado ao câmbio automático de seis marchas.3 – Renault Duster Iconic: R$ 99.290
O Renault Duster estreou a segunda e atual geração no Brasil em março, com preços de até R$ 87.490. Quase R$ 12 milénio mais rosto desde o lançamento, a versão topo de risca, Iconic, é vendida a R$ 99.290 com a única opção de pintura gratuita (vermelho). Para os tons metálicos, o SUV passa a R$ 100.940.Com os opcionais bancos em pele sintético (R$ 1.700) e pacote Outsider (R$ 2.300), o Duster Iconic sai por R$ 104.940. De série, o SUV traz controles de segurança e tração, mediano multimídia de 8”, sistema de câmeras 360º, sensor de pontos cegos, acendimento automático dos faróis, chave presencial do tipo cartão, partida do motor por botão, rodas de liga ligeiro diamantadas de 17 polegadas, ar-condicionado do dedo e exclusivamente 2 airbags frontais (obrigatórios por lei). O motor 1.6 16V produz 120/118 cv (E/G) e 16,2 kgfm com qualquer um dos combustíveis. O câmbio é automático do tipo CVT.4 – Chevrolet Spin Activ5: R$ 99.890
O Chevrolet Spin estreou a risca 2021 em junho, quando ganhou controles de segurança e tração de série para toda a gama. Os preços do monovolume, entretanto, subiram. A forma aventureira Activ é tabelada a R$ 99.890 na opção de cinco lugares.
O valor chega a R$ 103.790 na forma de 7 lugares, chamada de Activ7 – o preço não inclui a pintura metálica, que adiciona R$ 1.600 à conta. De série, a versão Activ traz mediano multimídia com tela de 7”, bancos em pele, faróis de neblina, controle de cruzeiro e retrovisores elétricos. O motor 1.8 flex de 111/108 cv (E/G) e 17,7/16,8 kgfm de torque é acoplado ao câmbio automático de 6 marchas.5 – Fiat Dobló Essence: R$ 99.990
O Fiat Dobló é o protótipo mais surpreendente desta lista por três motivos: além de ser o carruagem mais custoso e único com câmbio manual, é o mais velho entre os 5 modelos, com 18 anos de produção pátrio. O furgão de passageiros foi lançado por cá em 2002 e recebeu a primeira e única atualização visual em 2009.Vendido em versão única (com exceção do Dobló Incumbência), o Dobló Essence 7 lugares secção de R$ 99.990 com a opção de pintura sem dispêndio (preto). As cores sólidas vermelho e branco custam R$ 1.700, enquanto a opção prata metálico acrescenta R$ 2.800 à conta.O único opcional é o Pack Evolution, de R$ 4.150, que acrescenta sistema de som com bluetooth, retrovisores elétricos, faróis de neblina, volante multifuncional em pele, sensor de estacionamento e limpador do vidro traseiro. Completamente equipado, o Dobló Essence vai a R$ 106.940. O furgão possui motor 1.8 flex de 132/130 cv (E/G) e 18,9/18,4 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco marchas.Fotos: Registo



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 16 =